Colégio Bagozzi

tamanho da letra

Diminiur Texto Aumentar Texto


Centro Social Marello comemora 15 anos

Espaço atende adolescentes e jovens carentes da comunidade de Curitiba.

12/05/2010

Há 15 anos, a Congregação dos Oblatos de São José, mantenedora do Grupo Educacional Bagozzi, direciona parte de seu rendimento para o resgate de crianças e adolescentes carentes, através da Creche Menino de Nazaré e do Centro Social Marello. Os jovens atendidos recebem uma iniciação profissional, retornam ou se estabilizam na vida escolar e têm reforçado o sentido de família, além de valores morais e éticos.

Atualmente, 150 crianças e adolescentes com até 14 anos são atendidos pelo Centro Social. Eles recebem aulas de informática, artesanato, corte e costura, música e bordado, além de reforço escolar e catequese.

Para o Diretor Geral da Faculdade Pe. João Bagozzi, Douglas Oliani, é um orgulho ser parte de uma instituição como o Grupo Educacional Bagozzi, que investe em projetos como esse. De acordo com ele, iniciativas como a do Centro Social Marello aproximam ainda mais o Grupo Educacional da comunidade do bairro Portão. “Reciprocidade é um terreno fértil para melhoria e igualdade social”, aponta.

Ainda de acordo com o Diretor, a responsabilidade de cuidar dos jovens dessa forma precisa ser assumida por instituições sérias. “É um serviço que deveria ser prestado pelo Estado, mas, como as iniciativas governamentais não são suficientes para a demanda, as instituições privadas devem fazer a sua parte”, afirma.

Creche Menino de Nazaré

Outro projeto filantrópico da Congregação dos Oblatos de São José é a Creche Menino de Nazaré, que atualmente atende mais de 100 crianças. Assim como o Centro Social Marello, a Creche não faz nenhum tipo de cobrança.

Através dessa iniciativa, a comunidade do bairro Portão recebe condições para o desenvolvimento integral de suas crianças, pois a Creche atua em conjunto com a família e a comunidade.

Assim, o Grupo Educacional Bagozzi demonstra que acredita em sua proposta pedagógica, procurando sempre fazer mais em benefício da comunidade. Com a Creche, as mães podem trabalhar com tranquilidade e oferecer melhores condições de vida para suas famílias.

Perspectiva de futuro

A integração entre o Grupo Educacional Bagozzi e a comunidade, no entanto, não termina dentro dos espaços da Creche e do Centro Social Marello.

Atualmente, 25% da receita da Faculdade Pe. João Bagozzi está comprometida com a filantropia e com programas sociais, como o Programa Universidade Para Todos (ProUni), do Governo Federal. Oferecendo, assim, bolsas de estudo integrais e parciais e dando a possibilidade para que a comunidade carente também receba uma Educação Superior de qualidade.

Além disso, há uma integração entre o Centro Social Marello e o Colégio Pe. João Bagozzi, com o oferecimento de bolsas de estudo integrais e parciais. No futuro, essa integração deve chegar até a Faculdade, proporcionando um investimento ainda maior na educação da comunidade do Portão.

“É a função social alinhada com a missão da Congregação dos Oblatos do São José (entidade mantenedora do Grupo Educacional Pe. João Bagozzi) e com a filosofia pedagógica do Grupo Educacional atuando na Creche, no Colégio, no Centro Social e na Faculdade”, finaliza o Diretor da Faculdade Pe. João Bagozzi, Prof. Douglas Oliani.

Compartilhamento de Conteúdo

Delicious Yahoo Google Stumbleupon Digg Windows Live Reddit Twitter

Indique para um Amigo

separar os emails por vírgulas

faltam  caracteres

limitado em 600 caracteres

Outras Notícias

Colégio Particular em Curitiba